sábado, 24 de abril de 2010

Enquanto ela não vem

sem meio fio corre livre minha rua
descalça
... ... ...
pisável
impressionantemente sem fronteiras
mas o chão é justo onde não olho
eu, um chinelo e um pensamento
a cada centímetro que passa por mim

Nenhum comentário: