quarta-feira, 14 de abril de 2010

O despertar

Tecem fios suaves,
Sobre a mesa quase branca,
Pequenos pedaços de mim
Por entre xícaras e sono...

Um comentário:

aperitivopoético disse...

a poesia diária da manhã...tomar café, arrancar o sono e enfrentar a rotina.

você sabe ser suave quando descreve as coisas simples e corriqueiras =)