segunda-feira, 17 de maio de 2010

17 de maio

Nasce o dia que segue
treme a mão que espera
um pouco de candura
e como quem lida
com a vela do bolo
brigo com a chama
por entre morangos
e chocolate pintado
apago com sopro
um sorriso rouco
nasci no dia errado
meu presente é o amanhã

4 comentários:

Alex Pitta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alex Pitta disse...

Partindo a vida num bolo de doçuras,
Desembrulhando o estômago no pulsar do presente


do agora vivo no fogo dos afetos.





P.S.: O comentário removido foi o meu. Eu tinha digitado errado uma coisinha! XD

Denise Portes disse...

Lindo poema, já te sigo, gosto muito daqui!
Vai conhecer meu blog : www.odeliriodabruxa.blogspot.com
Beijo
Denise

marcenga disse...

nasceu no dia errado mas ganhou o presente certo!!! ^^