quarta-feira, 28 de julho de 2010

just another trip beyond the past and future

o subir silencioso
nuvens não são sólidas
mar é sem tamanho
água azul finda
ontem e surge hoje
um hoje voador sobre asfalto e luz
barulho e muita fumaça
chuva banha a cidade nova,
nunca antes tão assustadora,
o descer silencioso
chão sólido
eu e meu tamanho
alma azul não finda
saudade do ontem
e o hoje não surge
um hoje sem você

3 comentários:

Doses de mim disse...

"eu sem você sou só desamor, um barco sem mar, um campo sem flor"

=~)

lindo!

Lu disse...

realmente lindo, thie
=)

La flor de la canela disse...

L'amour, tesouro preciso dos corações sensíveis. Único.

saudade, de você e toda essa sensibilidade que me toca a alma!

=*