sábado, 29 de janeiro de 2011

Lounge

é que me dizem todo dia
entre batidas de relógio
passos por dar em corredor
copo largado na pia
é que dizem sempre pra mim
mentiras sobre medo
pequenos detalhes de você
quem sabe eu guardo
só mais uma noite
nosso segredo
pra eu me perder de vez nas tuas cores
é que eu me digo todo dia
que eu preciso de uma pele
pra me aquecer na noite fria
enquanto correm lá fora
enquanto passam aqui dentro
fogem das mãos a hora
e quanto mais eu entro
nos lençóis que são nossos
menos sinto falta
de qualquer outra
qualquer outro sonho
de qualquer outra
qualquer outro dia
é que só na tua pele
me entrelaço, acredite,
enquanto o mundo para
sei que aqueceria
minha vida.

Nenhum comentário: