terça-feira, 11 de janeiro de 2011

un sogno

a noite lá fora
dispersa em estrelas e flores
caracóis
brinca de esconde nos cantos
do quintal e do jardim
escondendo o resto do mundo
no que seria um vazio profundo
que nunca existiu em mim,
só lá fora, quando é noite
e ela brinca

mundo de cama e peitoril florido
margaridas brancas
cortina verde claro
um sono que não acaba mais
sambinha, sambado,
dormido




http://www.youtube.com/watch?v=aA0sbMMFDQg

Um comentário:

Lívia Inácio disse...

Pela primeira vez bocejei diante de um bom poema... =D

beijinho

@livinhainacio