quarta-feira, 9 de março de 2011

borda leste

passa o rio que só passa
carregado de saudade
e barulho
passo eu que só esparso
acalmo em um só
mergulho

4 comentários:

Nuriko disse...

Passa o rio, a estrada, mais estrada, e mergulhamos em rios e estradas e saímos sabe-se lá onde.
Aqui, talvez.

Patrícia disse...

Li tanta coisa com saudade no meio hoje...

E nessas poucas palavras mais uma vez...

Gostei.

Mayra disse...

primeira impressão ou primeira vista? ambas, lindas! ;]

namoradadaspalavras1 disse...

Tão conciso e tão profundo.

Gosto da sua escrita, Thiê.