segunda-feira, 6 de agosto de 2012

agosto

e tem sido assim
eu já nem sei
se tenho sido
eu


essa brincadeira toda de acreditar acima de tudo nas verdades que eu guardo, "do muito que eu li, do pouco que eu sei" das verdades outras que eu criarei pra acalmar a alma, não sei ser muito diferente disso tudo, mas tem parecido pouco, "nasci para amar, e para morrer" (esse é meu, autorreferencia e falta de criatividade), nasci sem saber ao certo que horas eram e hoje sigo a risca o relógio. que falta tem me feito a beira de um rio, quão presente é tudo que me faz falta hoje. agosto ri pra mim, riso escarnecido, é só um mês afinal, todo sorriso tem seu valor. e tem sido assim...
agosto de Deus, já não sei dizer o quanto tenho rezado.

Nenhum comentário: