sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

1 de fevereiro

gil cava um buraco no chão
do meu peito
enterro os pés
sem saber ao certo
o efeito
faria tão perto
qualquer toque
mais carinho
mas um pouco
eu sozinho

Nenhum comentário: