terça-feira, 26 de março de 2013

amor...

amor, amor,
não vale a pena
bater asa
pra fora de casa
quando a noite cai.
lá no quintal
tanque, pedra e varal
das penas que pendurou,
tuas roupas,
essas muito poucas,
aquele meu vestido;
pousam no sofá
esperando passar
toda a sua dor.

Nenhum comentário: