sábado, 8 de junho de 2013

god put a smile upon my face

pedir um amor pra vida inteira
devia ser
dever.
de vez, não dá.
depois
não há,
e a vida inteira
vai ficando
cada vez menor,
inteira
de vazios.

Um comentário:

Be Lins disse...

Tanta coisa devia ser, né?
Ouvi ontem uma frase +_ assim:
_ a vida precipita-se para a infelicidade:

não que seja definitvo isso,
é apenas a verdade dominante,
verdade que só seria alterada se houvesse uma evoluação coletiva, e não uma histeria coletiva como se vê, onde fazer de conta parece bastar.

Depois o mesmo personagem citou
AMOR FATTI,
que quer dizer,
amar o destino seja como fôr.
Achei bonito, mas utópico.

O fato é que diante da materialidade, do tangível, do que se vê,
temos oque somos por dentro, e a partícula que nos observa e desafia:

_ oque vamos fazer ,Thiê?

Insistir, permanecer convictos, dando asas à poesia, ao impoderável, às tantas sentimentalidades possíveis, e sobremaneira as impossíveis,
e tudo isso um dia soma-se,
quem sabe para daqui á milhões de anos, onde a verdade dominante seja:

tudo precipita-se em direção
à felicidade, que é oque não canso de te desejar,
por motivos óbvios de admiração e tudo tudo o mais.

Beijo

*