quarta-feira, 25 de setembro de 2013

tomada 51

cinquenta sets de gravação
e o imaginário cinema
da minha cabeça,
quando não tenho
nada a te dizer. 
meu silêncio
tem defeitos
especiais.

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

três e meio

passou por perto de mim com as suas mãos
e Deus.
um
dois
três ansiolíticos, wagner e desresponsabilidades
habitam o nada
que eu criei
pra cobrir de qualquer jeito
o vazio
que transborda.
era pra ser poesia,
mas perdi o jeito
de ser sincero
sem ser cruel.

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

fita

aprendi a costurar,
tratar carne, 
passar roupa,
a saber parar
e separar as partes
quando for pouco.
enfeito o coração com um fita e laço.
atrevo um vôo,
não dou um passo.

domingo, 8 de setembro de 2013

foi

teu silêncio
faz eco
onde eu quis te fazer minha.
paro, mudo, passeio 
qualquer alguns segundos.
fantástica fantasia
do haveria.
quando eu quis que tudo fosse
já não nunca.

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

desmantelo

se me foca 
pássaro
passa tudo
e me retina

a vida vai
se pondo

quando 
onde
como

taquiardia
da pupila