sábado, 2 de julho de 2016

estrangeiro

não tem muito o que fazer

aqui,
na fronteira

um passo a frente é sempre mais
um passo atrás
e não sei mais
quem eu era

antes de saber andar

Nenhum comentário: